O Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG) realiza, do dia 14 de maio a 29 de junho, a verificação periódica dos taxímetros da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), conforme o final da placa. A expectativa é que cerca de 9 mil táxis sejam verificados pelo Ipem-MG durante a operação.

A verificação é obrigatória para todos os táxis. Foto: Omar Freire / Imprensa MG

O gerente da Regional de Belo Horizonte, Anderson Rocha, esclarece que os taxistas que já realizaram a verificação no taxímetro neste ano (janeiro/2018 ao dia 11 de maio/2018) em virtude de reparo no equipamento ou troca do carro não precisam passar pela verificação novamente.

“Nos municípios onde o poder público realizou reajuste nas tarifas, primeiramente os taxistas devem comparecer a uma das oficinas credenciadas ao Ipem-MG/Inmetro para alterar a tarifa. Posteriormente, devem dirigir-se para os ensaios metrológicos na pista, no qual é verificado se o preço registrado pelo taxímetro corresponde, com base na distância e no tempo gasto, ao trajeto percorrido pelo carro”, explica Rocha.

Cabe destacar que nos municípios em que não houve alteração do valor da tarifa de táxi, só é necessário comparecer a oficina credenciada o veículo que precisar fazer algum tipo de reparo no taxímetro.

Ainda de acordo com Rocha, a verificação é importante tanto para o consumidor quanto para o taxista. No caso do passageiro, a verificação garante a veracidade do valor que está sendo cobrado no taxímetro. Já para o operador de transporte, elimina o uso da tabela contendo o reajuste anual de preço, o que é uma confiança a mais para o profissional no momento de realizar a cobrança ao cliente.

A verificação abrange também a análise das condições gerais dos veículos, como a rolagem e rodagem dos pneus e do taxímetro (tarifa, lacres entre outros).

Para realizar a verificação o taxista deve apresentar o certificado do veículo (CRLV), último certificado de verificação metrológica, alvará/permissão do taxista e a Guia de Recolhimento da União (GRU) paga. A GRU pode ser retirada diretamente no site do Ipem (www.ipem.mg.gov.br), clicando no banner PSIE. O valor da taxa é R$ 52,18 e pode ser paga em qualquer agência bancária ou casa lotérica.

Cabe ressaltar que o taxista que não comparecer na semana do agendamento da sua placa está sujeito às penalidades da lei 9.933/99. Caso isso ocorra, o responsável pelo veículo deve procurar o Ipem-MG para regularizar a situação.

Os municípios da RMBH que serão fiscalizados são: Belo Horizonte, Contagem, Ribeirão das Neves, Ibirité, Caeté, Vespasiano, Sabará, Santa Luzia, Nova Lima, Lagoa Santa, Confins, Betim, Sarzedo, Juatuba, Taquaraçu de Minas, São José da Lapa, Raposos, Matozinhos e Mário Campos.

 

Confira o cronograma para verificação dos taxímetros, de acordo com o final da placa do veículo, sempre das 8h30 às 16h30, sem intervalo para almoço:

14/05 a 18/05 – Táxis Convencionais – Especiais (Todas as placas)

21/05 a 25/05 – placas de finais 1 e 2

04/06 a 08/06 – placas de finais 3 e 4

11/06 a 15/06 – placas de finais 5 e 6

18/06 a 22/06 – placas de finais 7 e 8

25/06 a 29/06 – placas de finais 9 e 0

 

Oficinas credenciadas pelo Ipem-MG:

Meca Táxi, Mega Táxi, Velotáxi e Assistência Técnica Menezes, todas na rua Jacuí, próximo ao Instituto.

 

Serviço:

Aferição dos veículos

Local: Avenida Arthur Guimarães, bairro Santa Cruz, Belo Horizonte.

Data: 14 de maio a 29 de junho

Horário: 8h30 às 16h30, sem intervalo para almoço:

 

Estande GASMIG/Ipem-MG

Local: Rua Antônio Clemente, 420, loja 1, bairro Santa Cruz, Belo Horizonte.

Data: 14 de maio a 29 de junho

Horário: 8h30 às 16h30, sem intervalo para almoço: